Breaking News

ESTUDO APONTA POSSÍVEL EFICÁCIA DE REMÉDIO CONTRA MALÁRIA NO TRATAMENTO DO COVID-19


Utilizado para combater o coronavírus na China e na Coréia, a Europa faz seu primeiro estudo sobre a eficiência da hidroxicloroquina para este fim. Segundo informações do jornal italiano La Repubblica, o medicamento usado há anos contra a malária pode dar uma ponta de esperança para chegar à cura imediata até de pacientes mais graves infectados pelo Covid-19.
O professor Didier Raoult, diretor do instituto universitário “Méditerranée Infection”, em Marselha, na França, apresentou nesta terça-feira (17), o resultado de um estudo preliminar com 24 pacientes, publicado na revista científica International Journal of Antimicrobial Agents.
Segundo o pesquisador, o trabalho mostrou que a carga viral média do Covid-19 é de duração de 20 dias, “tanto que quase todos os pacientes que morrem por causa do vírus ainda estão com ele ativo no corpo”, mas apontou que através do tratamento com o Plaquenil, um dos fármacos à base de hidroxicloroquina, 75% dos pacientes têm carga viral negativa depois de seis dias. Ou seja, o vírus não estava mais ativo no corpo.
O estudo apontou ainda que a hidroxicloroquina em combinação com o antibiótico azitromicina – remédio usado normalmente contra pneumonia bacteriana – levou à cura dos pacientes em uma semana. Segundo o jornal, o resultado dos estudos do instituto de Marselha foi comparado com um grupo de controle de outros afetados pelo Covid-19 internados nos hospitais de Avignon e Nice. Aqueles que não passaram pelo tratamento, segundo o professor, “90% ainda são portadores do vírus” após o mesmo período.

Nenhum comentário