Breaking News

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA BAHIA APROVA CRIAÇÃO DO DIA DO VAQUEIRO


O plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) aprovou nesta quarta-feira, 6, em sua sessão plenária o Projeto de Lei nº 21.452/2015 que institui no estado o dia do Vaqueiro. O PL, de autoria do deputado Alex da Piatã (PSD), segue agora para ser sancionada pelo governador Rui Costa (PT). Segundo a nova lei, a data comemorativa fica reservada para o último domingo de cada mês de agosto.

A justificativa do PL, relatada pelo deputado Marquinho Viana (PSB), aponta que o ofício do vaqueiro é um “símbolo do sertão baiano, representando o forte e sofrido povo dessa região tão prejudicada pelas adversidades naturais”.

Alex, líder do PSD na Alba, não escondeu a satisfação com a aprovação do projeto. "Isso é mais do que uma profissão. É um estilo de vida. Lembro bem que a ideia desse projeto se deu quando eu participei de uma festa de vaqueiro, eles solicitaram um dia especial na Bahia para simbolizar a comemoração desse estilo de vida tão brilhante. Quem é sertanejo, quem conhece bem o Nordeste sabe que não existe a vida do campo sem o vaqueiro. Nada é tão genuíno e natural como o vaqueiro trata os animais e as fazendas. Isso tem crescido muito na Bahia", defendeu o deputado.

Patrimônio Imaterial

A figura do vaqueiro se transformou em patrimônio imaterial da Bahia, através da sanção do Decreto n° 13.150 de 2011, pelo então governador Jaques Wagner (PT), na inserção do Livro de Registro Especial dos Saberes e Modos de Fazer o Ofício de Vaqueiro em ação vinculada ao o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia – IPAC.

Apesar da medida, não havia ainda no calendário de eventos estadual uma data estabelecida que fizesse jus a um dos mais antigos ofícios brasileiros e nordestinos.

Nenhum comentário