Breaking News

SOMOS TODOS PARAÍBAS:DECLARAÇÕES DE BOLSONARO REVOLTAM POLÍTICOS E REPRESENTANTES DA CHAPADA DIAMANTINA

A prefeita de Nova Redenção Guilma Soares, o deputado Valmir Assunção, o vereador Suíca, a ex-senadora Lídice da Mata e o líder político da Chapada Ivan Soares se pronunciaram e criticaram a postura do presidente | FOTO: Montagem do JC |
As declarações do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de que “fome não existe no Brasil” e que “os governadores nordestinos são todos ‘paraíbas’” revoltaram políticos da Chapada Diamantina e representantes da região na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e no Congresso Nacional. O Jornal da Chapada foi atrás e encontrou depoimentos fortes de prefeitos, vereadores, deputados, artistas e do povo em geral na defesa ao Nordeste.
De acordo com o líder político do município de Nova Redenção, Ivan Soares (PT), o presidente foi infeliz nas declarações. Ele cita que o Brasil está de volta ao mapa da fome da Organização das Nações Unidas (ONU) e que a região Nordeste segue contrária ao governo de Bolsonaro. “Foi derrotado na região, não tem habilidade política, e as declarações são para tirar o foco das denúncias contra sua gestão, os escândalos envolvendo a aprovação da reforma da Previdência. Nunca vi um governo tão ruim, despreparado e um presidente que não conhece o Brasil e sua cultura”, explica Ivan.
A prefeita de Nova Redenção, Guilma Soares (PT), seguiu a mesma linha sobre o Nordeste e defendeu a atuação dos governadores nordestinos. “‘Paraíba’ é nossa referência do bem, da cultura e das raízes nordestinas. Ariano Suassuna vai ser sempre maior do que qualquer presidente de plantão”, frisa a gestora chapadeira. Quem também se pronunciou sobre o assunto no Twitter, foi o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), que tem base em municípios da Chapada Diamantina, como Itaetê, Ibicoara, Boa Vista do Tupim, Wagner dentre outras localidades.
“Para um ‘presidente’ que governa para milicianos, como esperar respeito ao povo nordestino? Aqui tem resistência ao preconceito, a este tipo de pessoa despreparada. Sem dúvidas, o pior que já passou pelo Palácio do Planalto desde 1988”, salienta Assunção. O vereador de Salvador, que foi candidato a deputado estadual e teve votação na região chapadeira, Luiz Carlos Suíca (PT), disse que Bolsonaro é um “Energúmeno infeliz que não conhece o Brasil” (veja aqui).
O edil petista salienta que “as declarações infelizes do capitão da reserva são para tirar o foco das denúncias graves contra sua atuação e seu desgoverno, como o ‘laranjal do PSL’, a reforma da Previdência, os vazamentos contra o ministro da Justiça Sérgio Moro e a indicação de filho para embaixada”. Suíca diz que Bolsonaro usa a mesma tática na imprensa que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para amenizar o impacto das malversações da gestão. Diferentes políticos do Nordeste defenderam a região. E Bolsonaro foi dizer que a imprensa que distorce o que ele fala (leia aqui).
Os governadores da região se dizem espantados com as declarações do atual presidente | FOTO: Divulgação |
Em seus stories do Instagram, o prefeito de Itaberaba Ricardo Mascarenhas (PSB) aderiu a hashtag ‘#SomosTodosParaíbas’ ao publicar arte sobre o assunto. Foi assim também com o deputado estadual Marcelo Veiga (PSB), que tem base espalhada pela Chapada Diamantina. Sua correligionária, a ex-senadora e atual deputada federal, Lídice da Mata (PSB), usou as redes sociais para detonar Bolsonaro. Ela citou personalidades importantes do país que são da região. Lídice foi bem votada na região chapadeira e atua em diferentes frentes e movimentos.
“O Nordeste é uma região de povo sofrido, mas feliz e trabalhador. É terra de gente que batalha, lugar onde nasceram gênios como Caetano, Gil, Ariano Suassuna, Irmã Dulce, Maria Quitéria, Miguel Arraes, Ruy Barbosa, Rachel de Queiroz, Elba Ramalho, João Gilberto, Flávio Dino, que tem praias, serras, caatinga, que produz frutas, grãos, minérios, que tem o Rio São Francisco e muita gente de valor. Salve o povo do Nordeste. Nordestino, sim. Ele, não”, escreveu a deputado do PSB.
E o governador da Bahia, Rui Costa (PT), que preside o consórcio do governadores do Nordeste, divulgou a carta dos gestores sobre as recentes declarações do presidente Bolsonaro. Todos se indignaram com as falas. “Nós governadores do Nordeste recebermos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais. Aguardamos esclarecimentos e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia”, apontam os chefes estaduais em carta. “Um verdadeiro absurdo. Uma agressão contra mulheres e homens do nordeste” completa Rui Costa.
“Cala a boca, Magda das milícias”
O ex-ministro e candidato à Presidência derrotado na eleição de 2018, Ciro Gomes (PDT) também foi para cima de Bolsonaro o chamando de “Magda das milícias”. “Cala a boca, Magda das milícias!”, escreveu Gomes, no Twitter. O pedetista reproduziu o bordão de Caco Antibes (Miguel Falabella) no programa humorístico ‘Sai de Baixo’, da TV Globo.
Bolsonaro usou termo preconceituoso e ofensivo ao citar o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). “Desses governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”, disse. O pedetista saiu em defesa de Dino, “um dos melhores governadores”, e classificou a postura do presidente como “perseguição ao povo de um estado”. Em entrevista à revista Época, Flávio Dino afirmou que estuda acionar a Procuradoria-Geral da República (PGR) para denunciar Bolsonaro por racismo. Ele também espera uma retratação do presidente.
Vitor Fernandes para o Jornal da Chapada
Vídeo de Bolsonaro sobre o Nordeste

Nenhum comentário