• Breaking News

    sexta-feira, 15 de março de 2019

    BARREIRAS: FAMÍLIA PROCURA POR CAMINHONEIRO QUE ESTA DESAPARECIDO, IRMÃO DIZ QUE ELE LIGOU AFIRMANDO QUE ESTAVA SENDO PERSEGUIDO

    Barreiras: Família procura por caminhoneiro que esta desaparecido, irmão diz que ele ligou afirmando que estava sendo perseguido
     
    Uma família de Barreiras, na região oeste da Bahia, está a procura de um parente que é motorista de caminhão e está desaparecido desde o dia 3 de março, após dizer que estava sendo perseguido. Os parentes contam que Carlos Ramos Coelho, de 41 anos, saiu de casa dizendo que iria para São Paulo e não deu mais notícias. os familiares acreditam que ele tenha tido um surto.

    Carlos estava afastado do trabalho depois de uma sequência de acidentes e, conforme os familiares, disse que iria para São Paulo, onde fica a sede da empresa em que trabalhava, pedir demissão do emprego e tentar encontrar outra ocupação.
    Para fazer a viagem, os parentes contam que ele decidiu pegar uma carona com um amigo, mas que esse amigo teria desistido de última hora de viajar.
    “Ele pegou uma carona com um amigo dele, que veio até Barreiras. De Barreiras, ele disse que iria continuar até São Paulo, mas o patrão dele [do amigo] teria ligado para esse motorista e ele retornou para o Piauí, não continuando assim a viagem até São Paulo. E ele [Carlos] ficou aqui em Barreiras”, disse um dos irmãos de Carlos, George Ramos.

    “Ele veio de uma sequência de acidentes. Ele bateu uma carreta em São Paulo, fraturou o pé. Depois, foi assaltado, amarrado e roubaram a carreta também. Quando ele voltou de novo, virou outra carreta. Então, ele veio e uma sequência e estava parado. Ele veio resolver isso e ver se dava uma parada ou arrumava outro serviço lá perto, mas infelizmente ele surtou”, afirmou o outro irmão de Carlos, Gerson Ramos.
    Em Barreiras, Carlos desapareceu. Os parentes acreditam que ele tenha tido um surto. Dizem que ele foi visto pela última vez em um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), às margens da BR-242, rodovia que liga Barreiras à Luís Eduardo Magalhães.

    Na unidade, ele chegou a pedir ajuda e ainda entrou em contato com a família dizendo que estava no posto aguardando por ajuda. Carlos disse ao irmão George que estava sendo perseguido e que iria entrar na mata que fica perto do pátio do posto da PRF, onde ficam veículos apreendidos.
    “Ele ligou e disse: ‘George, pelo amor de Deus, venha me pegar, venha me pegar, que eles estão me cercando. Olha, George, eu vou entrar para a mata, eu vou correr para a mata e não vou sair mais, não'”, disse o irmão.

    Os parentes do motorista dizem que já procuraram por toda a mata junto com policiais e bombeiros mas não conseguiram localizar o condutor. “A população de Barreiras ou a população vizinha, se ver, ele é branco, gordo, tem 1,70 metro, usa boné. Se ele não tiver boné, ele é careca. Ajudem a gente com uma informação concreta. A gente só quer abraçar e levar para casa”, disse Gerson.
    (Fonte: G1 BA)