• Breaking News

    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

    PORTO NACIONAL: MP PEDE AVALIAÇÃO DE PONTE COM 40 ANOS SOBRE O RIO TOCANTINS


    Ponte fica na TO-255 em Porto Nacional e já foi parcialmente interditada. Estrutura tem rachaduras e pode colocar motoristas em risco.

    A ponte sobre o rio Tocantins, na TO-255, em Porto Nacional, tem deixado há anos os motoristas com medo da travessia. Isso por que a obra já tem mais de 40 anos e, por causa das condições, já teve o tráfego de caminhões reduzido. Essa semana o Ministério Público Estadual (MPE) pediu que o governo do estado avalie a segurança da estrutura.
    Desde que foi parcialmente interditada, em setembro de 2011, o trajeto é considerado perigoso. No ano de 2014, foi aberto, o processo licitatório para a construção de uma nova ponte, mas as obras não começaram.
    De acordo com o órgão, o cumprimento de uma decisão judicial obriga o Estado a adotar medidas que garantam segurança para quem passa no local.
    Ainda segundo o MPE, o estado precisa providenciar novas análises técnicas avaliando a necessidade de maiores restrições ao tráfego de veículos sobre a estrutura. O governo também deve colocar radares móveis e fixos em toda a ponte e placas de advertência.

    O outro lado

    O Governo do Estado foi questionado e, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), informou que o tráfego continua restrito para veículos acima de 30 toneladas. Disse que mesmo antes do pedido do MPE, a Ageto solicitou nova avaliação sobre a segurança da ponte e aguarda o relatório da análise.
    Disse ainda que a fiscalização na travessia está normal e conta com dois postos de fiscalização, um em cada margem, com a presença de agentes. Quanto aos radares de velocidade, informou que o processo licitatório foi aberto no final do ano passado e continua em execução.
    Sobre a construção de uma nova estrutura, o Estado disse que está tomando as providências para captar os recursos e realizar a obra.
    Em relação à promessa da balsa para a travessia de veículos acima de 30 toneladas, o governo disse as estruturas já estão em Porto Nacional e que as licenças ambientais para o funcionamento estão aprovadas. Ageto informou que está iniciando o processo aquisição do material necessário para a construção.
    Do Portal do Amaral, de Gurupi.